Cego…

bandidoE nessa cegueira, ali está ele.
Cada vez mais inquieto, ele sabe que não adianta mais fugir.
Toda aquela ira que o incomoda há tempos deve ser extravasada. A qualquer preço.
Estaria disposto a pagar aquele valor?
Envolto naquela manta, com a máscara a cobrir-lhe a face, ele sabe que é a única coisa que pode ser feita e está disposto a tudo. Procura as vítimas. Encontra-os sob a luz daquele poste, à entrada daquela vila.
Um casal que acabara de saborear um jantar, mal sabe que pode ter sido o último.
E como a gota d’água procura escorrer por entre as frestas de telhados velhos, ele sinuosa-mente emerge da escuridão próxima. Ataca. Puxa à arma presa a cintura e mira a cabeça do rapaz. A mulher entra em prantos. Ela sabe que, se gritar, o companheiro morrerá.Não tem saída, pensa. É entregar o que, durante o dia, após um mês de correria, esforço e suor, haviam conseguido receber.
Eu, de longe, sinto a agonia nela, nele e em seu algoz.
Ela, por sentir-se culpada por tê-lo levado em casa. Ele, por saber que não tem saída.
O malfeitor, feito a cidade que suga de seus filhos o tempo, a vida, o dia-a-dia, sente-se agoniado por saber que está errado. Mas não é culpa dele.
De repente, uma voz ecoa naquele beco. É uma pessoa conhecida dela. Grita e assusta o facínora que tem fome, tem sede.
Ele não pensa duas vezes. Dispara. Ela grita. Ele fecha os olhos.
O criminoso sai em disparada. Ela chora. Ele a abraça.
A ira do criminoso dá espaço ao medo. E o medo, do rapaz, vira ira.
Adentra ao carro estacionado ali próximo em busca do criminoso. Ela pede calma. Ele, só pen-sa em vingar-se.
O bandido corre saltando entre carros.
Ele, agora cego, entra rapidamente numa via movimentada.  Ela volta para casa.
Ali, os perco. Ele, ela, o bandido. Não sei o que virá…
Tento buscar informações nas manchetes matutinas sobre o que vi.
O que encontro são mais casos de ira, raiva, intolerância, vingança, crimes…
Para fingir fugir disso,
Eu ando a cidade…

Anúncios

Gostou? Comente.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s