Ministério da Saúde tem que advertir: escrever em blog pode trazer riscos…

censuraEscrever: expressar-se por meio de escrita; narrar, descrever, contar (algo) por meio da escrita; colaborar com textos para a imprensa ou trabalhar na imprensa como redator.
Blog: página pessoal, atualizada periodicamente, em que os usuários podem trocar experiências, comentários etc., ger. relacionados com uma determinada área de interesse.
Para quem gosta dos dois, fica a dica: 5 motivos para você não copiar um conteúdo na íntegra.
Escrever em blog, copiando ou não, sendo criativo ou não, parece trazer sérios riscos. Por falar nisso, blogueiro de Altamira recebe ameaça de morte à própria filha. Continue Lendo “Ministério da Saúde tem que advertir: escrever em blog pode trazer riscos…”

Anúncios

E quando se está do lado negro da força? (Cayo Vinicius)

super_rpMuitos profissionais de Relações Públicas são contratados para assessorar uma empresa na construção de uma reputação sólida. Horas e horas de trabalho árduo estão envolvidas neste processo. Quase sempre é necessário fazer uma grande reforma na empresa: criar ou melhorar o canal de relacionamento com os públicos de interesse, estar sempre de olho na qualidade dos produtos ou serviços, buscar inovação e muitas outras características. E nada disso é garantia de sucesso, o mercado é extremamente competitivo e nem sempre é possível saber os passos do concorrente. Continue Lendo “E quando se está do lado negro da força? (Cayo Vinicius)”

Não acabou em pizza

wallpaper-pizza-de-qualidade-2342Imaginem: você sai do trabalho, cansado, e não vê a hora de chegar em casa. Lá, combina com o cônjuge de buscar a sogra que está chegando de viagem para passar dois dias trabalhando aqui e depois sair para jantar. Pede para os filhos se arrumarem e saem todos para o aeroporto. A sogra chega de viagem de trabalho a Santarém. Ela vem junto com uma amiga do trabalho. No caminho, decidem comer pizza. Procuram uma famosa franquia que se instalou em Altamira. Dia de quarta, promoção: pedido em dobro (de pizza). A sogra pede um frango à catupiry. Os filhos querem pizza de frango com catupiry e você escolhe uma de camarão com jambu. A filha mais nova, de um ano e meio, irá comer o mesmo frango com a avó. O tempo passa. Você pede um refrigerante, o garçom diz que só tem de 600 ml. Ao olhar para a mesa ao lado, você descobre que tinha de um litro. Enquanto isso, a sogra pede cerveja. Vem para a mesa, duas. Quentes! O tempo passa.  Continue Lendo “Não acabou em pizza”

Panem et circenses.

pao_e_circoA famosa expressão em latim reflete muito bem o que temos visto na música, esporte e política. Originalmente, era uma crítica a falta de informação do povo romano, que só queria comida e diversão. Vamos então aos fatos recentes: um famoso jogador de futebol (coincidência ser conhecido como Imperador) não treina, bebe bastante e depois pede desculpas; um cantor, filho de saudoso cantor de choros e sambas, afirmou em entrevista que todo mundo já fumou maconha uma vez na vida; uma mulher-fruta, candidata à Câmara de São Paulo, posta foto com o número de candidatura pintado na região glútea. Continue Lendo “Panem et circenses.”

“Joãozinho, leia mais!”

Vanessa-de-OliveiraEscrevo esse texto somente agora porque Agora é Tarde. Se pudesse, teria escrito antes. Quero falar sobre alguém que se propõe a protestar tirando a roupa pedindo que as pessoas leiam mais é coisa que não esperava ver “ao vivo” na TV, talvez em fotos. Sem pirataria e sem roupa. Já pensou se a moda pega? Alunos ávidos por uma professora ficar pelada ao questionar se eles leram a atividade. E se você fosse dentro de uma farmácia: “você leu a bula?”; na academia: “você leu aquele artigo sobre o spin?”; na loja de eletrodomésticos: “você leu o manual de instruções”; na igreja: “vocês leram o salmo?”. Convenhamos que essa é uma desculpa para se autopromover. Ou não? Continue Lendo ““Joãozinho, leia mais!””

A inteligência dos mandamentos (Rui Raiol – escritor)

tabuasNão é tarefa simples. Os mandamentos cristãos estão vestidos de religiosidade. À primeira vista, pertencem ao campo transcendental do conhecimento. Exclusivamente. Porém, um olhar investigativo enxergará o que poucos veem: os mandamentos são normas de inteligência, que têm pouco de religião e muito da vida comum.
Para você chegar rápido a essa conclusão, basta olhar os modernos códigos humanos. O hemisfério cristão copiou o Decálogo. O assunto é tão importante que enche as nossas estatísticas. Toda hora, ouvimos o Brasil falar de mortos, corruptos e  corrompidos. Matar e roubar são os principais verbos de ação em nossas ruas. Afinal de contas, o que Deus quer com os seus mandamentos? Apenas nos controlar? Capricho? Continue Lendo “A inteligência dos mandamentos (Rui Raiol – escritor)”