“Joãozinho, leia mais!”

Vanessa-de-OliveiraEscrevo esse texto somente agora porque Agora é Tarde. Se pudesse, teria escrito antes. Quero falar sobre alguém que se propõe a protestar tirando a roupa pedindo que as pessoas leiam mais é coisa que não esperava ver “ao vivo” na TV, talvez em fotos. Sem pirataria e sem roupa. Já pensou se a moda pega? Alunos ávidos por uma professora ficar pelada ao questionar se eles leram a atividade. E se você fosse dentro de uma farmácia: “você leu a bula?”; na academia: “você leu aquele artigo sobre o spin?”; na loja de eletrodomésticos: “você leu o manual de instruções”; na igreja: “vocês leram o salmo?”. Convenhamos que essa é uma desculpa para se autopromover. Ou não? Ok, não estou criticando a moçoila escritora que já foi garota de programa – ela disse que é melhor ser chamada assim do que prostituta, pois  prostituta é pejorativo e garota de programa é a profissional do sexo que ganha dinheiro de uma forma digna e com caráter. Tá. Tirar a roupa também é digno e tem que ter muito caráter? Tanto caráter quanto os programas que exploram o fato inspirado, principalmente agora que está em voga, no feminismo daquele movimento. Exibir “as partes” como diria os antigos é motivo de muito orgulho. Ou o vídeo da ex-assessora parlamentar não poderia render um ensaio? Engraçado que são duas cenas da natureza – furacão e cachoeira -, que escondiam grandes atributos. Ela, a ex-assessora, na verdade, alegou precisar do dinheiro. Enquanto uma abaixa o sutiã para protestar, a outra tira (de novo) para saldar a dívida com tratamento psicológico. Não quero julgar as duas, muito menos as feministas. Mas creio que as mulheres, seres superiores aos homens – não, não é um discurso do Femen -, como são, teriam mais sucesso usando outros aspectos para ganhar o merecido destaque. E continuariam sendo belas do mesmo jeito.

Sou contra atos à Jack Sparrow, mas como controlar o incontrolável.

Anúncios

Um comentário

  1. Amigo me desculpa, mas sem querer julgar, vc já julgou quando disse: “Tá. Tirar a roupa também é digno e tem que ter muito caráter?”, “Sem pirataria e sem roupa. Já pensou se a moda pega?”

    Ativismo é isso. E protesto, qualquer que seja, é válido para a causa – não fossem os ativistas, muito do que hj em dia é aceito (como a emancipação dos direitos das mulheres, por exemplo, como trabalho, voto, candidatura eleitora, etc,etc, direitos homoafetivos) ainda seriam vistos como “coisa de outro mundo”, “modernidade”.

    Há correntes que defendem a liberdade de vc, como um ser que comanda suas ações e é dono de si, seja o ´punico senhor de seu corpo e mais ninguém. Isso implica em dizer que ninguém deve exercer o controle (sexual, afetivo, amoroso, etc,etc) sobre o seu corpo ou sobre o que vc decida fazer ou não com ele, de como usá-lo, entende?

    Se vc parar pra analisar livremente, é uma boa lógica, que faz um grande sentido.

    Esse seu texto geraria uma grande discussão e tristeza entre pessoas que vivem e são felizes sob essa e outras crenças, as quais rechaçadíssimas pela nossa sociedade patriarcal, opressora e machista que dita regras de “boa” (pra quem?? ) conduta-moral, principalmente, para a relação afetiva, como se só existisse esta tal regra – o que não é verdade – e como se somente ela fosse a adequada – o que tb não é certo em afirmar.

    Fico me perguntando: e daí se beltrana tirou a roupa? Tem de ter um motivo? O corpo é dela, ela quis, ela pode, ela pôde e tirou, uai.

    Que temos nós a ver com isso? Que adianta censurar?

    Depois irei enviar pra vc uns textos muito bacanas sobre esses temas.

    Bj

    Curtir

Gostou? Comente.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s