A velha nova praça do cais

praça“Eu poderia estar roubando, me drogando ou me prostituindo, mas aqui estou praticando esporte”. A frase foi dita por um adolescente, de aproximadamente 15 anos, segurando o skate em uma das mãos, ao vigia da escola que fica ao lado de uma praça, no cais de Altamira. O espaço com árvores deu lugar a um chafariz (muito bonito, sim), alguns bancos e uma área apropriada para crianças se divertirem. Opa! Crianças? Sim, algumas estavam correndo e brincando, mas com o risco de serem atropeladas pela turma do skate. Não, não critico quem pratica o esporte tão defendido pelo (finado) músico Chorão. O Brasil tem grandes skatistas. Mas o espaço não é adequado para essa atividade. Como disse, a praça demorou ficar pronta e o piso, muito bem projetado (?) não suporta o pula-pula das pranchas com rodinhas. Continue Lendo “A velha nova praça do cais”

Anúncios