Olhai por nós, Senhor!

Desde novembro do ano passado não escrevo. Às vezes, a vontade vem e vai com a mesma intensidade. Seja por cansaço físico ou fadiga mental. Preguiça, talvez. Só que hoje eu não poderia deixar em branco algo que deixou a cidade, que escolhi para viver, mais cinzenta e vermelha e seus moradores de luto. É […]

Leia mais Olhai por nós, Senhor!