Santa inocência perdida, Batman!

ImagemMenores presos em postes. Adolescentes envolvidos em crimes. Crianças sendo jogadas de veículos em movimentos. Isso foi ontem.
Agora, prefeito, cargo máximo na administração pública municipal, acusado de pedofilia. E mais recentemente, professora flagrada fazendo sexo oral em jovem de 13 anos. Como diria o Robin (personagem de HQ), “santa perda da inocência”.
No Amazonas, o político já está preso desde o último sábado (8), após se entregar. Contra ele, acusações de abusar sexualmente de meninas, fora outros – pelo menos 70 – processos. Pra variar, morosidade judicial ou benefícios pelo cargo?
Atravessando o país no sentido longitudinal, uma docente aparece em vídeo publicado na internet com um menor. O garoto e o pai já prestaram depoimento. O que pode ser negado se ela foi pega com a “boca no trombone”? Agora ela está preocupada com a repercussão do caso e também já se apresentou à polícia.
Duas situações em que crianças aparecem como vítimas.
A espetacularização da mídia em torno do sexo parece contribuir com um cenário que, pra mim, parece ser cada vez mais agravante. Menores iniciando na vida sexual muito mais cedo. Músicas com duplo sentido incentivando meninas e meninos à prática sexual. Programas em que o que conta é mostrar os seios, fazer sexo sob o edredom e bebida alcoólica à vontade.
Não se tem mais pudor ao se falar sobre um assunto que já foi tabu e, hoje, está escancarado nas conversas escolares, televisivas e publicado em jornais.
Podem até me chamar de “careta”, mas com o passar do tempo, parece que realmente, a “santa inocência” está com os dias contados.

Anúncios

Mais um BBB…

Ao ler postagem de uma amiga, lembrei desse texto que estava “quase” esquecido. Foi feito ano passado (2012), na estreia da 12ª edição do programa. Acho que não precisa de atualização.

bbb
Fonte: sabetudo.net

“Salve, salve…” Mais um BBB. O décimo segundo. 2012 começou bem… Pra eles? Pra quem?
Enquanto os noticiários mostram as enchentes no sudeste, com famílias perdendo tudo, mas principalmente o direito a um lar; enquanto pais e filhos enterram pais e filhos; enquanto políticos discutem quais critérios usar para investir na prevenção de acidentes que não são a primeira vez que acontece… O Brasil para pra ver mais um BBB.
São 12, melhor, 16 brasileiros que sonham com o prêmio máximo do programa, do reality show acompanhado por milhões de outros sonhadores. O apresentador, jornalista veterano da TV brasileira, os chama de corajosos. Quem perde tudo e (sobre)vive com um salário mínimo, enfrentando a violência que assola todas as cidades… Esses são o quê?
Continue Lendo “Mais um BBB…”

Pará, o nosso e o da fantasia global

IMAG0027A “Vênus Platinada” valoriza e muito o Pará. Vejamos: em novela recentemente exibida, Altamira tem como transporte principal a carroça. Na que está sendo exibida atualmente, o Marajó é um lugar inatingível, onde as mulheres usam roupas folclóricas o tempo todo e a música principal é o carimbó. Uma personagem que tem as praias de rio, ao chegar em Copacabana, conhecido cartão postal, só falta enfartar. Um jornalista fica deslumbrado com um computador. Telefonia? Tá, em todo o Brasil é um problema, mas dizer que é via rádio a comunicação mais comum na ilha? Continue Lendo “Pará, o nosso e o da fantasia global”