#ForçaChape

Chuva com choro, choro na chuva. Condá, com dor, não dá. Dá, como o condor almeja o ar, Mas com dor, não irá mais voar. Viajar, já não dá. Só lembrar da dor em Condá, não dá. Dá vontade de chorar na chuva. Cada um será sempre vencedor. Mesmo na dor, o humor, o vigor […]

Leia mais #ForçaChape

Chocolate “quase” amargo

Willy Wonka morreu. Na verdade, o ator que o imortalizou (melhor que Johnny Deep), Gene Wilder, sofria e ninguém sabia, de Alzheimer. Com um jeito de tio querido, Wilder encantou milhares de crianças, jovens e adultos no clássico A Fantástica Fábrica de Chocolates, em que o pequeno Charlie e outras quatro pequeninhos (nem tanto) vão conhecer a […]

Leia mais Chocolate “quase” amargo

De volta pro aconchego

Ah, que saudades sentia da minha bela morena com aroma de manga, tucupi e açaí. Do beijo doce de cupuaçu, do tremor do jambu e do calor que nos abraçava antes da chuva refrescante. Como sentia falta das conversas com ela sob os túneis feitos por imponentes mangueiras centenárias e dos amigos da infância. Às […]

Leia mais De volta pro aconchego

Dia das Mães (II)

Mother, madre, mutter, الأم, mère, אמא, moeder, 母, mater, мать, mor. Reia, na mitologia grega e Cibele, na romana. Virgem Maria, para os cristãos. Não importa o idioma ou história, essa é a mesma mulher que adota, carrega, carregou ou criou um ou mais filhos. A data celebrada no segundo domingo de maio no Brasil, […]

Leia mais Dia das Mães (II)

Dia das Mães (I)

Um menino que sumiu sem deixar vestígios. Uma menina que morreu sem deixar culpados. Uma jovem que amou sem saber que ele seria a desculpa. Uma mulher que foi confundida sem chance de defesa. Em comum, além da violência na região, a figura materna que foi destroçada. Em uma data mais comercial do que nunca, o […]

Leia mais Dia das Mães (I)

Pais e filhos… (I)

Em Altamira, diferentemente de Belém (ou do que me lembro), se tem o costume de realizar a formatura do Ensino Médio em escolas particulares. Sempre achei que fosse obrigação do aluno concluir, mas vou deixar isso para outro momento. Fui para a do meu filho de 17 anos. Ao chegar à quadra do colégio, a […]

Leia mais Pais e filhos… (I)

Mizaru Kikazaru Iwazaru

“Olha a banana; ovo e uva boa; mulher bonita não paga, mas também não leva”. Todas essas e muitas outras frases que todo mundo já ouviu ao frequentar uma feira deviam fazer parte da rotina do Luiz Silva, vereador. Em seu terceiro mandato legislativo, o vereador foi encontrado morto, envolto em mistério para a família. […]

Leia mais Mizaru Kikazaru Iwazaru

Dia dos namorados, na Copa.

Lembro de como foi a primeira vez. Entrei no campo meio desconfiado, afinal, não sabia como agir diante daquela situação. De um lado, marcação cerrada. Do outro, uma “avenida” pela frente. Firme e forte, insisti. Sofri algumas faltas, ultrapassei obstáculos e, finalmente, consegui marcar o primeiro gol. Infelizmente, estava impedido e, inclusive, acabei sendo expulso. […]

Leia mais Dia dos namorados, na Copa.