O quarto poder? (Karina Pinto – publicitária)

“A regra, parece-me, sonhada por esses nobres conhecedores do direito à informação e da liberdade de expressão, seria algo como: “Não gostei do que você escreveu, apague!”. Bizarro, mas é o que vem acontecendo Brasil à fora. Muitos foram os casos, Décio no Maranhão, Paulo Henrique Amorim em São Paulo, Franssinete Florenzano em Belém, Luiz Flávio Pinto e mais recentemente, nosso colega Valdecir Mecca, em Uruará”.

Blog da Karina: O quarto poder ?.

Texto copiado do blog da publicitária Karina Pinto repudia a censura imposta recentemente a um blogueiro de Uruará. Ela lembra de casos semelhantes. Opinião publicada no Diário do Pará.

Anúncios

Mães

MaeMaternidade, vocábulo que em nosso vernáculo significa estado, qualidade de mãe. Mãe, mulher que deu à luz, que cria ou criou um ou mais filhos. Pessoa que dispensa cuidados maternais, que protege, que dá assistência a quem precisa.
Esses verbetes são encontrados em qualquer dicionário. Mas como definir em sentimento o que é a maternidade? O que é ser mãe? Para cada criança, jovem ou adulto, essas palavras tem um significado próprio. Próprio como o dia de amanhã, dedicado à memória dessas mulheres. Mulheres que amam incondicionalmente suas crias. Ou não?
As manchetes dos jornais, em duas semanas, trataram desse tema: maternidade. Em uma cidade do sudoeste paraense, Uruará, uma jovem matou o próprio filho. Em outro título, uma mãe cobra do possível pai um dever nato a quem praticou o ato sexual, mas parece arrepender-se. Continue Lendo “Mães”